Crítico aos impostos no Governo Lula, Brandão silencia sobre altos tributos do Maranhão

Num passado não muito distante, o atual governador-tampão Carlos Brandão era um simples camponês de baixo clero, ocupando uma das 513 cadeiras da Câmara Federal.

Representando o Maranhão naquela casa, o deputado federal Carlos Brandão (à época, no PSDB) era um ferrenho crítico do Governo Lula, nunca deixando passar a oportunidade de utilizar o microfone para defenestrar o ex-presidente.

Se o Brandão do presente se humilha por uma simples foto com Lula, o Brandão do passado não podia nem ouvir falar do presidente da época. Em um de seus discursos, o parlamentar acusou o chefe do executivo nacional por “excesso de arrecadação” de impostos.

“Tivemos um excesso de arrecadação de 7 bilhões de reais. O que o Brasil precisa é de gestão”, dizia Brandão.

O que o Carlos do passado diria ao Brandão do presente, que fez parte da gestão dinista que ora dá continuidade e que, neste ano de 2022, já arrecadou cerca de R$ 2 bilhões em impostos?!?

Deixe uma resposta