Procurador-Geral de Justiça escarnece da população que depende dos ferry-boats

Deixando claro o modo como a gestão de Carlos Brandão trata a população e seus problemas, o procurador-geral de Justiça, Eduardo Nicolau, fez pouco caso da situação dos ferry-boats, que vem tirando o sono de ludovicenses e baixadeiros. 

Ao responder questionamento de um repórter da TV Difusora, o chefe do Ministério Público declarou que “até agora, não temos nada errado” e desdenhou do caos gerado pela ausência de embarcações, ao dizer que “não temos mesmo é o ferry”. Nicolau ainda sugere ao profissional da imprensa que ele arrume um.

Confira o vídeo: 

Deixando claro o modo como a gestão de Carlos Brandão trata a população e seus problemas, o procurador-geral de Justiça, Eduardo Nicolau, fez pouco caso da situação dos ferry-boats, que vem tirando o sono de ludovicenses e baixadeiros. 

Ao responder questionamento de um repórter da TV Difusora, o chefe do Ministério Público declarou que “até agora, não temos nada errado” e desdenhou do caos gerado pela ausência de embarcações, ao dizer que “não temos mesmo é o ferry”. Nicolau ainda sugere ao profissional da imprensa que ele arrume um.

Confira o vídeo: 

Deixe uma resposta