Já são seis ferries prometidos, um encalhado e nenhum entregue…

Com as duas embarcações prometidas pelo governador-tampão Carlos Brandão (PSB) para a última sexta-feira (05/08) e que não foram entregues pela Agência de Mobilidade Urbana (MOB) do Governo do Maranhão, cresce o número de ferries prometidos que devem aportar até o Dia de São Nunca no Terminal da Ponta da Espera, em São Luís.

Enquanto Brandão esteve ausente, entre cirurgia e pós-operatório complicados, o secretário-chefe da Casa Civil e super entendido do assunto (contém ironia), Sebastião Madeira, prometeu um total de quatro embarcações a curto e médio prazo:

Já no dia 27 de julho, em entrevista-amiga ao quadro “Bastidores”, do Bom Dia Mirante, foi a vez do próprio chefe do executivo estadual prometer mais dois ferries:

Aguardamos ansiosamente a chegada das seis embarcações até o dia 31 de dezembro de 2022, quando, enfim, acabam os oito anos de gestão Dino-brandonista que implodiu o sistema aquaviário de transportes entre os municípios de São Luís e Alcântara.

Deixe uma resposta