Em retaliação à ação sobre ferry, Nicolau esvazia promotoria de Lítia Cavalcanti  

O procurador-geral de Justiça, Eduardo Nicolau, esperou o assunto “ferryboat” esfriar para promover um completo desmonte na estrutura de trabalho da promotora do Consumidor, Lítia Cavalcanti, que atuou energicamente em busca de soluções concretas para o problema.

Segundo a própria promotora, em publicação nas redes sociais, o esvaziamento da 10a Promotoria de Justiça Especializada – 2a do Consumidor se deu nas últimas 48 horas, a partir da exoneração de Lítia Cavalcanti e a manutenção de um único servidor no setor da qual foi titular por mais de 10 anos.

A promotora Lítia Cavalcanti possui quase três décadas de atuação e, até então, não havia passado por nada parecido. Ao tomar tal decisão, Nicolau parece exacerbar os poderes que possui enquanto chefe do MP.

Confira a publicação da promotora e o vídeo que mostra a sala esvaziada:

Deixe uma resposta