EXCLUSIVO! Fugindo pela tangente, Segurança não explica de maneira objetiva viagem de Dino em helicóptero

A recente viagem do ex-governador Flávio Dino em helicóptero do Centro Tático Aéreo do Maranhão (CTA/MA) pode ter caído no esquecimento público, mas não deste blog.

Em pedido de informações realizado por Verdade 98, o CTA/MA, subordinado diretamente ao Gabinete do Secretário de Segurança Pública do Maranhão, não soube explicar objetivamente o que o professor universitário Flávio Dino de Castro e Costa fazia a bordo de uma aeronave destinada, entre outras funções, ao transporte e proteção de dignitários – por definição, pessoas que exercem alguma dignidade ou alto cargo, ou ainda que possuam grau superior a Comendador.

A entidade diz, ainda, não possuir o controle das relações nominais dos integrantes das comitivas e que este é de responsabilidade de quem encaminha a demanda. 

As solicitações de voos acontecem, segundo o CTA/MA, por duas vias: diretamente do gabinete do titular da SSP/MA ou, quando o pedido surge de outros órgãos do executivo estadual, pelos gabinetes do Governador ou do Vice-Governador.

Como é de conhecimento público, o cargo de vice-governador do Maranhão está vago desde a investidura de Carlos Brandão (PSB) ao comando do executivo estadual. 

Logo, só existem dois responsáveis possíveis pelo voo indevido, uma vez que o pré-candidato ao Senado não possui, desde o dia 31 de março de 2022, nenhum cargo que o coloque em condição de dignitário, tampouco verificou-se no ato alguma das outras situações que condicionam o uso do serviço. Na resposta enviada a este blog, não foi informado de qual gabinete partiu a solicitação. 

Seguiremos em busca de informações sobre o voo de Flávio Dino e, sobretudo, em busca da verdade.

Deixe uma resposta