Camarão sai do banco e está no aquecimento para entrar em campo

Pode pintar substituição no jogo ainda pré-eleitoral para a disputa ao Governo do Maranhão, nas eleições de outubro próximo.

Ainda convalescente e em um pós-operatório cercado de mistérios, crescem os rumores de que Carlos Brandão (PSB) venha a ser substituído na cabeça de chapa palaciana. O nome considerado natural para isso é o do, até aqui, pré-candidato a vice-governador, Felipe Camarão (PT).

Imposição pessoal e intransferível de Flávio Dino (PSB), cuja pré-candidatura ao Senado está posta “desde que o mundo é mundo”, o neopetista de direita deixou de lado as atribuições como advogado para “cair na estrada”.

Na caravana batizada “O Maranhão Não Pode Parar”, Dino e Camarão são as estrelas principais. Nos discursos, Brandão é citado quase como que de passagem e aparece no material gráfico e de divulgação, mas quem se sai mais proeminentemente é a ex-dupla de chefe e subordinado.

É bom Brandão abrir o olho, pois estão querendo comer o seu bandeco…

Deixe uma resposta