Centro de Hemodiálise inativado deixa população sem tratamento médico em Presidente Dutra

Os pacientes que necessitam de hemodiálise no município de Presidente Dutra precisam se deslocar à cidade de Caxias em busca de seu tratamento. São quase 200 km de uma viagem extenuante, desgastante e degradante para quem já tem o sofrimento da patologia renal.

Entregue na reta final da gestão de Flávio Dino, o Centro de Hemodiálise de Presidente Dutra não entrou, de fato, em funcionamento. O deputado estadual Ciro Neto (PDT) levou o caso à tribuna da Assembleia Legislativa, na sessão plenária da última terça-feira (07).

Mesmo sendo contestado por uma colega parlamentar, os fatos se sobrepõem. A denúncia trazida por Ciro dá conta de que 14 estações para a realização das sessões de diálise estão inoperantes.

Logo, se trata de mais uma entrega de “fim de festa” realizada por Dino, após sete anos e três meses de Governo, a exemplo da ponte Central-Bequimão, do Hospital da Ilha, entre outras…

Uma equipe de TV da região esteve na unidade de saúde e foi impedida, inclusive, de acessar o local. Confira:

Deixe uma resposta