Flávio Dino só não é contra o Orçamento Secreto no palanque dele 

Efusivo ao criticar o chamado “Orçamento Secreto” do governo de Jair Bolsonaro, Flávio Dino faz vista grossa para o fato de que os campeões em recursos obtidos pelo mecanismo estarão o ladeando no próximo sábado (30), quando a chapa palaciana – formada por ele, como candidato ao Senado e o governador-tampão Carlos Brandão como postulante à reeleição – será referendada em convenção megalomaníaca na capital.

O líder em indicações é deputado federal Pedro Lucas Fernandes (União Brasil), com R$ 95 milhões. Outro que se beneficiou dos repasses foi o deputado André Fufuca (PP), que teria indicado R$ 41,3 milhões em emendas secretas, segundo o site Antagonista. Ambos são aliados do projeto de poder palaciano.

O governador-tampão Carlos Brandão adaptou livremente a operação que jorra dinheiro a aliados políticos sem deixar rastros, utilizando-se do Fundo Estadual de Saúde do Maranhão para destinar mais de 100 milhões de reais a prefeitos aliados.

Dado a bravatas em rede sociais, Dino não passa de um crítico de rede social, porque todos se abraçarão à luz do dia, para quem quiser ver, e marcharão juntos em busca de manter os privilégios dos quais gozam ensandecidamente. 

Deixe uma resposta