Sem secretário, Semcas de Braide terceiriza administrativo a R$ 1,2 milhões

Sem titular desde março deste ano, a Secretaria Municipal da Criança e Assistência Social (Semcas) de São Luís decidiu terceirizar os serviços de auxiliar administrativo. O valor global do contrato firmado com a empresa R&P TERCEIRIZAÇÃO E SERVIÇOS LTDA é de R$ 1.230.912,00, e foi publicado no Diário Oficial em 7 de julho.

O último gestor que ocupou a pasta foi Diego Rodrigues, atual titular de Trânsito e Transportes (SMTT). Desde então, Lúcia de Fátima Marques Ribeiro Moreira passou a responder interinamente pela Semcas.

A Semcas esteve envolvida em um escândalo de nepotismo e beneficência de empresas ligadas à então titular, Ana Carla Furtado, que acabou exonerada após as denúncias virem à tona.

A principal suspeita, que chegou a ser investigada pelo Ministério Público do Maranhão, recaiu sobre a contratação da AD Infinitum Serviços, Consultoria e Comércio Ltda. A empresa é de propriedade de Aline da Silva e Marcus Rodrigues Gomes, da qual a filha é afilhada da então secretária. O contrato suspeito era de R$ 1.782.623,36.

Deixe uma resposta