Lojistas de shoppings temem por sanha de Braide Escavadeira

Donos de lojas, pontos comerciais e estabelecimentos que funcionam nos shoppings Tropical e Monumental perderam o sono desde a semana passada. Isso porque passou a existir o temor de que as obras do programa “Trânsito Livre”, executadas pelo Prefeitura de São Luís, atinjam em cheio seus interesses e prejudiquem seus negócios.

O medo é que o Garoto Escavadeira passe por cima do estacionamento do lugar, tanto na parte que margeia a Avenida Colares Moreira, quanto aos fundos dos prédios. Principalmente se o modus operandi for o mesmo empregado para invadir o terreno do vizinho Armazém Paraíba, que teve seus muros, entradas e árvores derrubados pelas forças de trabalho da Edeconsil – a serviço da Prefeitura.

A tomada da propriedade privada dividiu opiniões nas redes sociais. Há aqueles que aplaudem a truculência do gestor municipal, com discurso de que “nada pode ficar no caminho do progresso” e existem os que criticam o constrangimento e questionam a legalidade da operação atabalhoada.

Curiosamente, no primeiro grupo, estão muitos daqueles identificados com o ideário bolsonarista, onde o bem particular seria tão valioso quanto a própria vida. Pelo visto, isso é relativo.

Deixe uma resposta