Blogueiro governista revela tortura em presídio estadual envolvendo assassino de João Bosco

Um blogueiro a serviço do Palácio dos Leões, no afã de proteger um dos atuais ocupantes da suntuosa residência oficial, trouxe a público um episódio de tortura que teria ocorrido no Complexo Penitenciário de Pedrinhas. 

A vítima de tal crime seria Gilbson Cesar Soares Cutrim Júnior, autor confesso do homicídio que vitimou o empresário João Bosco Pereira Sobrinho, no último dia 19 de agosto.

Segundo o escriba, além dos maus tratos, foi oferecido a Gilbson uma série de vantagens para que ele envolvesse o sobrinho do governador-tampão, Daniel Itapary Brandão, no cenário dos acontecimentos.

Aos fatos:

1 – O nome de Daniel Itapary Brandão foi citado em depoimento não pelo autor confesso, mas sim pelo vereador de São Luís, Beto Castro (Avante).

2 – As imagens, reveladas por um consórcio de jornalistas maranhenses, além de outras que ainda não vieram a público, confirmam que o “rapaz careca” – citado no depoimento da viúva de Bosco – se trata de Daniel Itapary Brandão.

3 – No primeiro parágrafo, o blogueiro aponta o dedo para falar em instrumentalização política do caso. No último, tenta fazer exatamente aquilo que diz repudiar. Falta coerência e sobra babação…

Deixe uma resposta