Afastamento de Brandão é aprovado pela ALEMA; Paulo Velten pode assumir a qualquer momento

A Assembleia Legislativa do Maranhão aprovou projeto de lei de autoria do Poder Executivo que autoriza o governador-tampão Carlos Brandão (PSB) a permanecer afastado do comando do executivo estadual.

Brandão estava com retorno previsto ao Maranhão para o último fim de semana. Entretanto, permanece na capital paulista, em pós-operatório cercado de mistérios. O período de afastamento concedido ao chefe do executivo estadual sem pedido de licença é de 15 dias corridos. Após este período, a Assembleia Legislativa precisa autorizá-lo.

O texto teve voto contrário do deputado estadual Wellington do Curso (PSC), que alegou que “não assinaria um cheque em branco” para Brandão. Com a aprovação pelo restante da Casa, Brandão pode se ausentar do estado ou do país a qualquer tempo, por período indeterminado, por todo o mandato que lhe resta.

Em permanecendo ausente, deve assumir o Governo do Estado o desembargador Paulo Velten, Presidente do TJ-MA. Othelino Neto (PCdoB), promovido a segundo na linha sucessória com a saída de Dino e a investidura de Brandão, está impedido pela Lei Eleitoral de assumir o executivo estadual, sob pena de só poder concorrer no pleito de 2022 ao Governo do Maranhão. Ele é pré-candidato à reeleição como deputado estadual.

Deixe uma resposta