Weverton destaca Frente Ampla pelo Maranhão

O senador e pré-candidato ao Governo do Maranhão, Weverton (PDT), que lidera as pesquisas de intenções de voto na corrida ao Palácio dos Leões, comentou a formação de uma frente ampla – composta por onze partidos, quatro pré-candidatos ao Governo e a indicação ao Senado à reeleição de Roberto Rocha (PTB) – em prol de um projeto desenvolvimentista para o estado.

Em entrevista concedida à jornalista Raniely Veloso, correspondente em Brasília, Weverton declarou que eventuais diferenças pessoais não sentam à mesa posta que uniu forças políticas de diversas grandezas para apresentar seus pensamentos e ideias no pleito de outubro próximo.

Ainda sobre a formação do grupo, o senador reiterou que não houve nenhum tipo de comando vindo da capital federal para a união, tendo tudo se resolvido com base nas questões que impactam a vida dos maranhenses, deixando claro que o caminho não é o de nacionalização da eleição estadual.

Weverton lembrou, ainda, que sempre foi e será do campo progressista, posição amplamente conhecida da sociedade maranhense, e lembrou que o segundo colocado nas sondagens de intenções de voto – o governador-tampão Carlos Brandão (PSB) – é quem sempre esteve no espectro da direita. Brandão foi filiado ao antigo PFL e ao PSDB, antes de migrar para o pombal socialista de olho no enorme eleitorado do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT).

Confira as declarações nos vídeos:

Deixe uma resposta