Mais bolsonarista dos partidos estará com Dino e Brandão, aponta ata do MDB

A ata da convenção emedebista, que vazou na noite desta sexta-feira (22), trouxe outra informação, além do apoio integral do partido à chapa majoritária encabeçada pelo PSB – que terá o governador-tampão Carlos Brandão como postulante à reeleição e o ex-governador Flávio Dino disputando o Senado.

O Patriota, partido mais alinhado ao Presidente da República, Jair Bolsonaro (PL), nestes quase quatro anos de mandato, estará na coligação que dará suporte ao projeto de poder Dino-brandonista.

Acostumados a colar a pecha de “bolsonarista” em quem não reza a cartinha comunossocialista, Dino e Brandão, certamente, serão confrontados com o fato de que, além do PP – do ministro-chefe da Casa-Civil, Ciro Nogueira -, agora a sigla controlada no Maranhão pelo deputado federal Marreca Filho também os acompanhará.

É válido recordar: antes de adotar o nome atual, a legenda que ostenta o número 51 se chamava Partido Ecológico Nacional. A mudança de nome e o slogan – “Brasil Acima de Todos”, adaptação de mote clássico de Jair Bolsonaro – foram efeito de uma tentativa frustrada de filiar o atual Presidente da República, para a disputa de 2018.

Apesar de não ter conseguido inserir o chefe do executivo nacional em seus quadros, o Patriota alinhou-se totalmente ao que é comumente chamado de “bolsonarismo”.

Deixe uma resposta