Investigação por associação criminosa levou Lahesio Bonfim à disputa ao Governo 

A investigação do Departamento de Combate a Corrupção (Deccor) da Polícia Civil do Maranhão movida contra Lahesio Bonfim (PSC), que corre em segredo de justiça, foi a motivação que levou o ex-prefeito de São Pedro dos Crentes a disputar o Governo do Maranhão.

O MP-MA, depois de avaliar as robustas provas obtidas, chegou a pedir o afastamento de Lahesio da prefeitura, mas ele se antecipou e renunciou para se candidatar aos Leões.

No material, é detalhado o funcionamento do esquema de fraude em licitação e as operações financeiras entre os envolvidos – liderados por Bonfim – conseguidas através da quebra dos sigilos da quadrilha.

TRANSFERÊNCIAS MILIONÁRIAS

Uma das contas de Lahesio Bonfim, no Banco Bradesco, recebeu R$ 545.229,00 através de 112 transferências bancárias. O dinheiro foi oriundo do Auto Posto BF Ltda, que já foi de propriedade do ex-prefeito de São Pedro dos Crentes e foi gerenciado por Rodrigo Cruz Lima de Oliveira – seu amigo íntimo.

Rodrigo, ao lado de Rômulo Costa Arruda, são os atuais proprietários de outro posto de combustíveis, o Autoposto Fortaleza, que estava fechado até 2018 e que, depois de vencer a licitação fraudulenta, passou a ser conduzido pela dupla. Rômulo foi eleito vice-prefeito na chapa de Lahesio e assumiu a prefeitura com a renúncia deste.

Houve ainda a triangulação de transferências de dinheiro, numa tentativa de mascarar o esquema. Um dos responsáveis pelas transferências consta como “não identificado” pelo Banco Central do Brasil:

INQUÉRITO

A análise dos dados bancários dos investigados, entre eles o prefeito, “indica que Lahesio tenha se beneficiado financeiramente do Auto Posto Fortaleza, através de Rômulo, Rodrigo e Elizany, reforçando de forma robusta a compreensão sobre a ocorrência de desvio de verba pública e do recebimento de propina para retribuir a fraude licitatória operada”:

MINISTÉRIO PÚBLICO NA COLA

O Ministério Público do Maranhão (MP-MA), então, ofereceu a denúncia à Justiça:

Com informações do Blog do Glaucio Ericeira 

Deixe uma resposta