Em novo ato falho, Rafael desqualifica legado de Dino para exaltar Brandão

Pela segunda vez em exatamente uma semana, o deputado Rafael (PSB) desqualifica, mesmo que não intencionalmente, o legado dos governos de Flávio Dino para exaltar o governador Carlos Brandão (PSB).

No discurso realizado nesta quarta-feira (13), Rafael afirmou que “quando este Governo, liderado hoje pelo governador Carlos Brandão, assumiu o Estado, nós não tínhamos escola em tempo integral, nosso IDEB era um dos piores do país, e hoje a gente tem uma rede ampla, complexa, estruturada de tempo integral e profissionalizante, e nós saltamos em muito a nossa nota no IDEB”.

A fala acabou por soar de forma dúbia, como no discurso da semana passada, onde o parlamentar afirmou que Timon só entrou no mapa do Maranhão a partir da ascensão de Brandão ao Palácio dos Leões. “Porque, até então, Timon não era atendido nas demandas estaduais”, segundo Rafael.

Se a fala do parlamentar em 6 de março já havia provocado ruídos, o discurso recente em nada tem a contribuir para o restabelecimento das boas relações de Rafael com os chamados “dinistas”, especialmente aqueles com mandato na Assembleia Legislativa do Maranhão.

Deixe uma resposta