Qual é a de Lahesio?

Peitando, mais uma vez, o presidente do partido que o abrigou em seu sonho de se tornar Governador do Maranhão, Lahesio Bonfim (PSC) tornou-se uma incógnita. Afinal, quais são as pretensões do ex-prefeito de São Pedro dos Crentes ao tentar, a qualquer custo, ficar sem legenda para disputar as eleições de outubro próximo?

O centro da nova polêmica é, novamente, a composição de chapa com a vaga em disputa ao Senado. O PSC, partido ao qual Bonfim está filiado, decidiu pelo apoio à reeleição de Roberto Rocha (PTB). O próprio Lahesio, em um evento na cidade de Imperatriz, declarou que ele também aderira ao projeto que reuniu onze legendas em torno de uma candidatura única. 

Entretanto, desde antes do anúncio feito conjuntamente entre dirigente partidários no início de abril, Lahesio manifesta predileção por outra pré-candidatura à Câmara Alta: a do Pastor Bel (Agir36). Em uma primeira tentativa de ir contra o partido que integra, o ainda pré-candidato ao Governo do Maranhão foi “cortado” pelo presidente estadual da sigla, deputado federal Aluisio Mendes (PSC). 

Na manifestação mais recente, em um evento de pré-campanha, Lahesio não citou nomes, mas fez questão de deixar claro que seu pré-candidato ao Senado seria “aquele que não se envergonha de mim”, palavras dele. 

Ao aparentar querer forçar uma situação embaraçosa às vésperas das convenções partidárias, Lahesio Bonfim tem um objetivo. O qual só saberemos nos próximos capítulos desta jornada do médico que quer virar governador. 

Deixe uma resposta